TOP
Austrália BFS Austrália Bora Falar Sério

“Como abrir uma empresa na Austrália – Bora Falar Sério”

Como abrir uma empresa na Austrália

O “Bora Falar Sério” de hoje é com a Thais e o Robson da Taste4Business. Uma consultoria que vem ajudando brasileiros a abrir novos negócios na terra do canguru. Durante a entrevista, eles abordam sobre o que é importante para quem está pensando em abrir uma empresa na Austrália e como eles podem te ajudar nesta jornada.

Confira abaixo o vídeo da nossa entrevista:

Se preferir a leitura, sem problemas, abaixo todo o conteúdo e links da nossa conversa.

 

TRAJETÓRIA EMPREENDEDORA

Além de parceiros no lado profissional, Thais e Robson também são parceiros na vida pessoal. Eles já se conheciam no Brasil, mas foi na Austrália que se casaram.

Thais conta que, assim como a maioria dos brasileiros, ela e Robson foram para a Austrália como estudantes e que enxergaram uma oportunidade no mercado australiano para abrir um negócio.

No início, Thais explica que, eles tiveram dificuldades para encontrar informações sobre como iniciar um “business” na Austrália.

Porém, depois de tanto pesquisar e reunir informações, descobriram que abrir uma empresa na terra do canguru é mais simples e mais barato do que no Brasil.

Robson foi o responsável pela iniciativa empreendedora de assumir riscos para abrir um novo negócio.

Thais explica que, geralmente, quando é um casal querendo abrir um novo negócio, há sempre um que fica mais a frente e assume riscos enquanto o outro vai com mais cautela.

“No nosso caso, a travada era eu” – Thais

Ela conta que, de cara, não largou seu emprego para se juntar ao Robson nesta nova jornada. Mas, hoje, diz que se tivesse embarcado junto com ele no projeto o desenvolvimento e crescimento teria sido ainda mais rápido.

“o fato da Austrália ser um país desenvolvido dá mais possibilidades de as pessoas arriscarem a abrir um negócio.” – Robson

Como abrir uma empresa na Austrália

BENEFÍCIOS DE ABRIR UM NEGÓCIO PRÓPRIO

Robson conta, que sempre teve vontade de abrir uma empresa.

Para ele, abrir seu próprio negócio traz diversas vantagens as quais ele gostaria de vivenciar. Dentre elas estão:

  • atingir a independência financeira;
  • realizar o sonho de ter um negócio;
  • ter a facilidade de renovar o visto;

Robson explica que, às vezes, abrir um negócio pode fazer você conseguir um visto ou uma cidadania. Porém, esse não pode ser o seu objetivo principal.

“Conseguir o visto tem que ser uma consequência. Eu nunca indicaria a um cliente abrir um ‘business‘ em troca de conseguir um visto”.

 

PASSO A PASSO INICIAL PARA ABRIR UMA EMPRESA NA AUSTRÁLIA

O casal conta que, além de ser super possível abrir uma empresa na Austrália, nós brasileiros, nos destacamos por não termos medo de colocar a mão na massa.

“Brasileiros se dão bem na Austrália, por naturalmente entregarem um serviço com qualidade.”

Para dar aquela ajudinha, eles falam o que é preciso para se tornar um empreendedor em terras australianas.

1. TER UMA EXCELENTE IDEIA

Robson explica que, é importante perder tempo buscando uma boa idéia.

Segundo ele, para iniciar um novo projeto, deve ser levado em conta ter um serviço ou produto que tenham clientes interessados.

O casal diz que, aqui não há limites para os tipos de idéias.

2. TESTAR A IDEIA NA AUSTRÁLIA

Thais explica que, para saber se vai dar certo ou não, é preciso testar este novo negócio e ver se há mercado para na Austrália.

Segundo ela, muitas pessoas querem trazer algo que já dá certo em seu país de origem.

“Enfim, podemos listar mil coisas que dá trazer de outros países pra cá. ” – Thais

Apesar de poder ser um bom negócio, Thais explica que é preciso considerar a multiculturalidade presente no país.

Pois, as vezes, o que dá certo em algum local do mundo, não necessariamente dará certo em outro.

“Nosso modelo de ‘business‘, por exemplo, nunca se aplicaria ao Brasil por não ser uma necessidade que existe lá.” – Thais

3. “TICK THE BOXES”

Em terceiro lugar, eles contam que vem a parte de ‘tick the boxes’. Que é entender legalmente como se pode operar na Austrália.

O casal explica que, por lá, é preciso de licença para tudo.

Por isso, é necessário entender o que é importante para o seu negócio, pois, cada caso é um caso.

Abaixo, alguns exemplos burocráticos de obrigações de empresas citados por eles:

  • licenças;
  • seguros;
  • registros;
  • aprovação dos “counsels” (mini-prefeituras dos bairros);
  • autorizações específicas para prática de alguns serviço;
  • proteção legal;
  • sistema de Impostos.

“As coisas são muito bem reguladas e, por um lado, é por isso que o país dá certo.” – Thais

4. SE PLANEJAR

A última etapa, segundo o casal, é a mais “divertida”.

Eles dizem que, nesse ponto, é necessário pensar em meios de:

  • conseguir clientes;
  • planejar o marketing e vendas;
  • testar o produto;
  • mudar o produto – caso seja necessário para que ele se adeque à realidade do mercado ou à procura da clientela;

“Realmente planejar e saber onde você quer chegar.” – Thais

Como abrir uma empresa na Austrália

DICA PARA ABRIR UM NOVO NEGÓCIO NA AUSTRÁLIA

TRABALHAR COMO AUTÔNOMO

Robson explica que a forma mais simples de iniciar um negócio na Austrália é criar um “Australian Business Number” (equivalente ao nosso CNPJ) como autônomo.

Seria como abrir um MEI no Brasil, onde não há as mesmas obrigações fiscais de uma empresa, mais ainda sim é possível atuar como um prestador de serviços.

Para ele, além de ser uma forma simples de entrar no mercado, ela também é uma maneira bem interessante de saber se você está no caminho certo.

CONTRATAR UM CONTADOR

Robson conta que o lucro aproximado de uma empresa é de 10 a 15 por cento. Porém, quando se cria uma estratégia fiscal errada, esse valor pode ser reduzido a zero.

Ninguém melhor do que um contador para te dar o caminho das pedras e, com isso, construir uma base fiscal sólida e inteligente a longo prazo.

Segundo Robson, ele será seu suporte para criar uma base fiscal correta e, com isso, te ajudar manter uma margem de lucro elevada.

 

TASTE4BUSINESS

Thais conta que a Taste4Business surgiu de uma necessidade de documentar empresas.

Devido a Austrália ser um país muito burocrático, fica fácil deixar algo escapar durante o planejamento e, com isso, ter sérios problemas no futuro.

Na época, Thais conta que eles não encontraram no mercado alguém que fizesse o processo de documentação de forma rápida e de qualidade. Ou seja, que ajudasse novos empreendedores a tocar seu negócio de forma dinâmica responsável.

Hoje, eles explicam que auxiliam empresários a:

  • Identificar um novo negócio
  • Criar uma estratégias de Marketing
  • Desenvolver um Plano de Negócios
  • Desenvolver um Plano de Expansão
  • Lidar com Sistema Burocrático Australiano
  • Aplicar para o processo de “Grants” – um incentivo dado pelo governo australiano que, literalmente, desembolsa muito dinheiro para empresas alinhadas com a inovação e o crescimento do país.

Segundo eles, a consultoria é personalizada e depende da necessidade de cada cliente.

“A gente oferece sempre a primeira consulta grátis… uma primeira orientação para dar uma luz para as pessoas.” – Thais

Como abrir uma empresa na Austrália

O QUE NÃO FAZER QUANDO SE QUER ABRIR UMA EMPRESA NA AUSTRÁLIA

Abaixo, o casal citou dois pontos importantes para a galera ficar atenta na hora de abrir uma empresa na terra do canguru!

ACHAR QUE DÁ PARA FAZER TUDO

Robson explica que pensar como indivíduo e não como uma empresa pode retardar o crescimento do negócio.

Segundo ele, é natural do ser humano pensar que é possível fazer tudo sozinho.

Ou seja, deixamos de delegar algo ou de contratar um prestador de serviços que pode alavancar nosso o negócio de forma mais rápida e com mais qualidade.

Ele fala que o ponto mais importante é criar um planejamento de negócios para mapear de forma inteligente como e onde essas contratações serão úteis para o desenvolvimento do “business.”

“Mas, tudo isso só é possível quando fazemos um planejamento de negócios.” – Robson

NÃO SABER ONDE QUER CHEGAR

Thais conta que, no início eles sabiam exatamente o que queriam oferecer e como, mas não definiram onde queriam chegar.

Ela diz que, eles estavam mais preocupados em buscar clientes para gerar renda do que entender o objetivo que queriam alcançar com o negócio.

Para Thais, se eles tivessem feito um plano de negócios e, assim, compreendido o que eles precisavam desde o início para conquistar o propósito que queriam alcançar com a empresa, o crescimento teria sido mais rápido.

Robson e Thais realizaram seus sonhos de morar na Austrália e abrir negócio.
E você? Quando vai realizar o seu?

Gostou da entrevista? Então fica de olho no Bora Morar Fora porque vem muito mais novidade por ai!
Vai lá,
curti nossa página do Bora Morar Fora no Facebook e se
inscrever no Canal do Youtube para ser avisado assim que as novidades saírem. =)

E não se esqueça! Eu ainda ofereço um e-book GRATUITO sobre
Os 7 maiores mitos que te impedem de ir morar fora“, clique aqui para baixar o seu.


Se identificou com a Thais e o Robson e acha que eles podem te ajudar? Abaixo os links para contato.


:: Artigo escrito em colaboração com Wéverton Rodrigues ::

Tags:   

«
»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *