TOP
Estados Unidos Viajando Sozinho

“Como ser Au Pair nos EUA”

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

Hoje conversei com a Michelle Alves, essa menina INCRÍVEL que tive o prazer de entrevistar! Ela é blogueira do Cabide Colorido,  tem 23 anos, é de Blumenau, Santa Catarina, e morou 18 meses como Au Pair nos EUA. Além de diversas dicas, Michelle contou sua experiência e explicou para gente tudo sobre Au Pair e porque essa é a forma mais barata de morar fora.

Dá uma olhada no vídeo da na nossa entrevista abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=EmunOoGgTqQ&feature=youtu.be

 

O QUE FAZIA ANTES DE MORAR FORA

Michelle tinha 20 anos e na época estava cursando a faculdade de Publicidade e Propaganda. Ela andava cansada da rotina que estava levando mas não sabia como poderia realizar o sonho de morar fora.

 

PORQUE MORAR FORA?

Para Michelle, fazer um intercâmbio precisava de muito dinheiro que naquele momento não tinha para investir. Certo dia sua melhor amiga apresentou a ideia de fazer Au Pair, que segundo ela é uma experiência longa e remunerada no exterior onde o custo para ir é muito baixo.

“Essa é a forma mais barata de morar fora”

Michelle que estava cansada da rotinha “trabalho, faculdade, casa”, se interessou pela idéia. Ela conta que decidiu ir e sua melhor amiga também, o que acabou sendo uma grande motivação e suporte.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

O QUE É AU PAIR?

Au Pair é um intercâmbio remunerado para quem gosta de crianças. É uma mistura de babá com irmã mais velha onde a principal função é cuidar dos filhos da família estrangeira que a receberá em sua casa (“host family“).

Diferente da babá americana a Au Pair trabalha no mesmo local onde mora. Porém, assim como uma babá terá que brincar, levar e buscar na escola, dar banho, cozinhar, dar comida, entre outras atividades relacionada as crianças.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

QUEM PODE PARTICIPAR?

Michelle explicou que tem alguns requisitos para quem quer participar do programa de Au Pair:

  • Meninas, e em alguns casos meninos, entre 18 e 26 anos nos EUA (entre 18 e 31 anos na Europa). Ela relata que meninos também podem fazer, depende da agencia, mas percebeu eles são mais aceitos em famílias onde as crianças já são mais velhas e mais independentes.
  • Disponibilidade para ficar 1 ano no exterior – tempo mínimo do programa.
  • Ter carteira de motorista permanente para ajudar na locomoção das crianças até a escola ou a atividades diárias.
  • Ter inglês intermediário
  • Possuir experiência comprovada de no mínimo 300 horas com crianças. Não precisa ser nada formal, mas indica que quanto mais horas a pessoa tiver melhor. Michelle sugere no mínimo mil horas.
  • E, claro, gostar de crianças. Ela conta que o ideal é se sentir madura para viver essa experiência incrível e no final não se frustrar. Se passa muito tempo com as crianças sem os país, é um grande responsabilidade.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

QUANTO CUSTA PARA SER AU PAIR NOS EUA?

Segundo Michelle, o programa tem um valor base que costuma ser entre USD $600 e USD $800 o programa inteiro. Aplicando ao dólar de hoje (R$3,40), todo programa sairia entre BRL R$2.040 a BRL R$ 2.720.

O programa é barato pois a passagem é paga pela agencia, mas há uma regra de ficar no mínimo 1 ano. Se o Au Pair decidir voltar antes estará quebrando o contrato, e nesse caso além de não receber o certificado do intercâmbio, a passagem de volta fica as custas do Au Pair.

Outros custos importantes que são relevantes comentar para quem quer ser Au Pair são:

  • Tirar o Passaporte: BRL R$ 257,25 – este valor poderá sofrer reajuste conforme diretrizes internas ao Departamento de Polícia Federal.
  • Visto J1: USD $180

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

REMUNERAÇÃO

Michelle conta que esse programa existe para diversos países. Ela optou pelos EUA por sempre ter curiosidade de conhecer o país e além disso, lá pagava melhor do que a Europa.

  • Remuneração nos EUA: USD $195 por semana o que dá USD $10.140 no ano (considerando que o ano tem 52 semanas)
  • Remuneração na Europa: EUR $75 por semana o que dá USD $3.900 no ano (considerando que o ano tem 52 semanas)

 

QUAL MELHOR AGÊNCIA DE AU PAIR?

Michelle explica que as agencias do Brasil são apenas uma ponte para agencias dos Estados Unidos. Abaixo ela indicou 3 agencias de confiança que já foram utilizadas por diversas pessoas que ela conhece e até por ela mesma.

  • Cultural Care
  • Au Pair Care
  • Au Pair in America

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

VANTAGENS E DESVANTAGENS

Michelle contou que como tudo na vida há os dois lados, mas que foi a experiência mais incrível que teve. Ela conta ter vivido muito mais durante o um ano e meio que foi Au Pair do que nos últimos 20 anos de sua vida.

VANTAGENS

  • Ter uma longa experiência no exterior;
  • O valor do programa é muito baixo;
  • Ser remunerado durante a estadia;
  • Bolsa de Estudos: durante o programa, o Au Pair tem direito a uma bolsa de estudos no valor de USD $500 paga pela família;
  • Aprimorar o Inglês;
  • Conhecer a fundo a cultura de um novo país, pois está vivendo com uma família local;
  • Ter duas semanas de férias remuneradas no ano, além de um dia e meio de folga por semana e, no mínimo, um final de semana inteiro por mês;

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

DESVANTAGENS

  • As vezes pode ser difícil para algumas pessoas a diferença cultural.
  • Cuidar de criança muitas vezes é complicado pois se lida com todo tipo de criança. Pode ser hiperativa, mimada, entre outros.
  • Se quiser voltar antes do tempo, tem que arcar com os custos da passagem de volta.

 

COMO FOI O PROCESSO ATÉ CHEGAR NOS ESTADOS UNIDOS?

PRIMEIRO PASSO DO PROCESSO

Michelle explica que seu primeiro passo foi escolher uma agencia para ajudá-la com toda documentação necessária para o processo.

Ela conta que além dos documentos é necessário:

  • Comprovar as horas de experiência com crianças. Apesar do necessário serem 300 horas, Michelle fez 3.500 pois trabalhou em um museu e também no hospital de crianças com Câncer;
  • Colocar as vacinas em dia;
  • Fazer alguns exames para comprovar que está bem para fazer o programa;
  • Fazer um vídeo para mostrando quem ela é e suas experiências com crianças. Este vídeo é chamado de “application“.

No post “Au Pair Program – Valores, Application e Perfil” do site do Cabide Colorido você encontra toda documentação necessária e o vídeo de “application” feito por Michelle na época.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

HOST FAMILY

Após tudo certo, a agencia colocou a Michelle Online em um site que ela chama de “Facebook das Au Pairs”. Neste site todas as Au Pairs ficam disponíveis para que as “host families” as escolham e entrem em contato com elas.

Não é obrigatório aceitar qualquer “host family“. Se a Au Pair decidir não fechar com a família que a escolheu, sem problemas, ela continua online por 1 ano e pode fazer novas entrevistas até encontrar uma família que se identifique melhor.

Após ficar online, Michelle foi escolhida em apenas 3 dias. Ela chegou a pensar se queria ou não ficar com essa família pois eles moravam no Colorado e ela tinha vontade de ir para Califórnia. Pensando melhor, ela gostou tanto deles que acabou resolvendo embarcar nesta nova aventura.

Michelle diz que não é comum ser escolhida e aceita tão rápido. Conhece pessoas que fizeram 15 entrevistas antes de ter uma resposta positiva da “host family”, mas não conhece ninguém que não conseguiu ser aceita, pois o perfil fica online por 1 ano.

 

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

Perfil da Michelle no “Facebook das Au Pairs”

 

DIFICULDADES ATÉ CHEGAR AOS EUA

Abaixo um vídeo muito legal do canal Cabide Colorido onde Michelle conta sobre os perrengues que ela passou até ser Au Pair nos EUA.

 

MORANDO FORA

Michelle foi ser Au Pair de uma família em que ela cuidava de uma bebê de 3 semanas e uma menina de 3 anos. Ela conta que fazia tudo que uma babá tinha que fazer.

Brincava com as meninas, dava banho, comida, levava para a escola e para passear, ajudava os pais na preparação do jantar, enfim, tudo que uma irmã mais velha faria.

 

PRINCIPAIS DIFICULDADES

Segundo ela, sua principal dificuldade foi o Inglês. Ela conta que por ter um inglês básico ela disse que em alguns momentos ela quis se comunicar e não sabia como.

Outra dificuldade foi a cultura. Ela conta que bem ou mal se inseriu em uma nova família co costumes diferentes. Teve que aprender a se adaptar a novas regras da casa, aos horários, a alimentação, entre outros.

Em um exemplo Michelle diz que era de sua rotina como Au Pair acordar por volta das 06h45 da manhã. Para quem gosta de acordar tarde, essa é uma nova adaptação que deve ser feita.

“Por mais que você seja parte d família eles não são seus pais”

Para quem quiser saber com mais detalhes, baixo um vídeo do Cabide Colorido em que ela conta as dificuldades que passou durante a vida de Au Pair nos EUA:

 

RELAÇÃO COM A FAMÍLIA

Michelle teve uma relação muito boa com sua “host family“. Ela jantava com eles, ajudava na preparação da comida, participava dos eventos familiares, viajava junto com a família, entre outros.

Ela contou que no Natal seu “host dad” (o pai da família estrangeira) perguntou qual país ela tinha vontade de visitar. Devido a ter tocado violino desde nova, ela diz que sempre teve muita influencia da frança e por isso respondeu a ele que era Paris.

Na mesma noite ele comprou para ela uma passagem e deu de presente de Natal.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

COMO DIVIDIR O QUE É TRABALHO DO QUE É HORA LIVRE

O intercâmbio de Au Pair tem alguns regras que devem ser seguidas. A grande vantagem dos Estados Unidos é ser o único país do mundo onde o programa é regulamentado pelo governo.

Uma das regras é que o Au Pair nos EUA pode trabalhar até no máximo 45h por semana e até 10h por dia.

No caso da Michele ela trabalhava de 6h45 da manhã até 16h45 da tarde, 10 horas por dia e apenas 40 por semana. Para ela era ótimo pois folgava 3 dias (sexta, sábado e domingo). Aproveitava o tempo livre para viajar e ver as amigas. Mas conta que depende muito da família.

Independente da carga horária todo Au Pair tem direito a um dia e meio de folga por semana. Então mesmo que a família estrangeira defina as horas de trabalho, um dia e meio são livres.

Outra regra é um final de semana por mês livre. Se o Au pair trabalha todo final de semana e folga na segunda, uma vez por mês ele vai ter o sábado e domingo livres.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

ESTENDENDO O PROGRAMA DE AU PAIR NOS EUA

Alguns meses antes de completar um ano com a “host family” a agencia pergunta se o Au Pair quer estender o programa por mais 6, 9 ou 12 meses. Essa extensão pode ou não ser com a mesma família.

A “host family” queria que Michelle estendesse por mais um ano, mas como ela não havia concluído a faculdade no Brasil, acabou fazendo um acordo com eles de que ficaria mais 6 meses.

Ela conta que se o Au Pair decide prolongar o tempo do programa ele ganha mais uma bolsa de estudos dependendo do tempo da extensão:

  • 6 meses: bolsa de estudo de USD $250
  • 9 meses ou mais: bolsa de estudos de USD $500

 

BEST SPOTS EM DENVER

Michelle amou Denver, diz que achou a cidade multicultural, super mente aberta. Não sabe isso é porque lá a maconha é liberada, mas ela acha que tem relação. Abaixo deu algumas dicas sobre o que fazer por lá:

  • Ir a Red Rocks, que é tipo um teatro a céu aberto com montanhas lindas atrás.
  • Esquiar em uma estação de esqui próxima
  • Para quem gosta tem bastante atividade como escalada e tubbing.
Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

Red Rocks

 

DICA PARA QUEM QUER COMEÇAR AGORA ESSE SONHO

Michelle deu dicas poderosas durante a entrevistas, listei todas abaixo:

  • Tente ficar próximo a família estrangeira nos primeiros meses. Isso vai ajudar a criar um vinculo e afeição, ajudando bastante no relacionamento.
  • Durante o programa há muita oportunidade de viajar pelos EUA, por isso, o ideal é escolher a família pela afinidade e não pelo local.
  • Estudar um pouco mais inglês antes de ir, pois as vezes você quer se comunicar em algumas situações e não consegue.
  • Terminar a faculdade antes para ter a oportunidade de ficar mais tempo se quiser.

Michelle tem um presente para quem quer realizar o sonho de ser Au Pair nos EUA. Basta se cadastrar no link “Quero ser Au Pair” do site do Cabide Colorido ganha USD $50 de desconto na matricula do intercâmbio de Au Pair USA pelas agências World Study de todo o país.

Como ser Au Pair nos EUA - Bora Morar Fora

 

Michelle diz que ser Au Pair foi um das melhores experiências de sua vida. E você? Quando vai realizar seu sonho de morar fora?

Se você curtiu essa entrevista, compartilhe nas redes sociais e marque seus amigos. =)
«
»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *