TOP
Espanha Viajando em Família

“Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades”

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

O bate-papo de hoje é o com o Erix e a Gorette. Eles, que são os criadores do blog Vivendo Fora do Brasil, contam para gente como foi o processo desde que decidiram sair de São Paulo e ir morar na Espanha, em Valência.

Eles explicam todo seu processo para tirar o visto, contam sobre os perrengues que viveram no início da vida fora, falam sobre seus gastos e, finalizam nosso bate-papo dando diversas dicas para quem quer iniciar agora essa nova jornada.

Confira abaixo o vídeo da nossa entrevista sobre morar na Espanha:

Se preferir a leitura, sem problemas, abaixo todo o conteúdo e links da nossa conversa sobre Ensino Superior na Austrália.

 

POR QUE DECIDIRAM MORAR FORA?

Gorette conta que apesar de levar uma vida tranquila e estar tudo caminhando bem, eles sempre tiveram vontade de morar fora.

Ela explica, que alguns fatores os fizeram ter certeza de que aquele era o momento certo para mudança. 

Porém, o fato de seu filho mais novo estar com idade para começar sua vida escolar foi o maior deles.

Erix e Gorette contam que, seria mais fácil João Pedro, seu filho mais novo, iniciar os estudos em um novo país, do que começar no Brasil e depois fazer a mudança.

“Vai dar a data do João entrar no colégio, então, se a gente decidir ir, seria legal que ele já começasse lá.”

Apesar da decisão de ir morar fora já estar tomada, eles não tinham ideia para qual país ir.

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

PRIMEIROS PASSOS

O primeiro passo para o casal foi pesquisar muito sobre os diversos países que gostariam de morar.

Gorette conta, que apesar de ter pensado em ir para os EUA e para o Canadá, para a família, Portugal seria a melhor opção devido a não ter a barreira do idioma.

Com Portugal em mente, eles começaram a pesquisar as melhores opções para ir para o país legalmente.

 

POR QUE ESCOLHERAM MORAR NA ESPANHA?

Para sentir um gostinho de Portugal e ver se iria se enquadrar nas aspirações da família, Gorette e Erix acharam melhor Gorette ir para lá e ver se seria um país em que eles gostariam de morar.

Durante sua viagem, ela achou Lisboa muito agitada e eles queriam algo mais tranquilo.

“Era muito parecido com São Paulo, aquela correria, aquele agito, e não era isso que a gente estava buscando.”

Para não perder a viagem, Gorette resolveu passar na Espanha, para comparar e ver o que ela achava do País. Por ser mais perto, acabou optando pegar um voo para Sevilla.

Além da Gorette ter gostado mais da Espanha, Erix conta que, ao pesquisar sobre o processo, viu que seria mais fácil obter o visto por lá.

“Acabamos chegando a conclusão que seria Espanha”

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

O PROCESSO

Eles foram com o Visto de Residência Não Lucrativa.

Gorette explica, que é um visto usado geralmente por aposentados, pois não permite trabalhar. Porém, ela conta que depois de um ano é possível requerer uma autorização para trabalho.

REQUISITOS NECESSÁRIOS

Abaixo, eles explicaram o que é preciso para estar elegível ao visto.

  • O titular do visto precisa comprovar renda de aprox. EUR € 2.180 e, para cada membro da família, mais EUR €537 mensais.
  • Contratar um seguro de saúde para o todo período do visto, para todos os membros da família.
  • Estar bem de saúde. Emitir um certificado médico comprovando que todos na família estão bem de saúde.
  • Não ter antecedentes criminais. Ir a policia federal comprovar que vc não tem antecedentes criminais.
  • Ter um passaporte válido.

Segundo Erix, para comprovação de renda, o governo espanhol faz um balanço anual de suas finanças.

Ele explica, que você pode comprovar esses valores de duas formas:

  • apresentar que no ultimo ano você obteve mensalmente a renda necessária.
  • ou, mostrar que você tem em poupança ou aplicação o valor necessário para se manter por todo período do visto.

Uma parte burocrática, porém importante citada por eles, é a necessidade de reconhecer firma de toda a documentação. Seja a firma de quem está requerendo o visto ou, até mesmo, a do delegado e do médico que assinaram os atestados.

“Demora mais preparar a documentação do que sair o visto.”

CONSULTORIA

Devido a ser uma documentação muito importante, eles resolveram contratar uma consultoria para ter certeza que estavam no caminho certo.

Gorette explica que eles fizeram apenas uma video conferencia, no valor de EUR 120.

O consultor informou que a documentação estava impecável e que eles tinham duas opções:

  • Seguir com a consultoria, que entraria com a papelada junto ao governo espanhol para eles;
  • Ou, eles mesmos darem entrada na documentação junto ao governo espanhol.

Corajosos que são, decidiram fazer o visto por conta própria, pois o valor da consultoria era de mais ou menos EUR 500.

“Nós pagamos só a conversa para ver que estávamos no caminho certo, e depois fizemos tudo sozinhos.”

 

MORANDO FORA

Erix explica que, chegando lá é preciso fazer um outro processo comprovando novamente tudo o que havia feito do Brasil.

PROCESSO PARA RESIDÊNCIA

Eles contam que, ao tirar o visto, ele vem com uma validade de 3 meses.

“Ai você até assusta. Puxa! eu pedi para um ano e vem três meses.”

Mas, Gorette explica que, esse é o tempo para você chegar no país e tirar a residência.

Eles contam, que assim que o visto é aprovado, você recebe o número do N.I.E. (Número de Identificação de Estrangeiros). Esse número equivale ao nosso R.G. no Brasil.

Ao chegar na Espanha, eles tiveram 30 dias para agendar uma “cita” através do site do governo espanhol e ir a polícia, requerer a tarjeta, levando:

  • toda a documentação que já haviam apresentado no Brasil (atestado médico, atestado de antecedente criminal, comprovação de renda, comprovação do plano de saúde e o passaporte)
  • número do N.I.E
  • o formulário preenchido – para cada caso é um tipo de formulário, então vale conferir antes.
  • o comprovante de pagamento da taxa de solicitação da tarjeta.

Erix explica que, ao sair da policia, eles já te dão um comprovante que equivale a tarjeta. Ou seja, você já está legal no país.

A tarjeta em si, leva de 30 a 40 dias para ficar pronta. Mas, neste meio tempo, já é possível utilizar o comprovante para abrir uma conta, alugar um apartamento, contratar e utilizar serviços, entre outros.

MAIOR DIFICULDADE

Apesar de terem se preparado bastante para fazer a parte da documentação de forma impecável, Gorette conta que acabou não se preparando para o momento da chegada.

“A gente não pensou muito como seria a hora que chegasse.” – Gorette

A maior dificuldade enfrentada por eles foi para alugar um apartamento.

O casal saiu do Brasil com o objetivo de alugar um apartamento em apenas um semana. E, por isso, acabaram enfrentando algumas dificuldades que eles não esperavam.

DIFICULDADES COM AS IMOBILIÁRIAS

  • Geralmente, há fila um de pessoas querendo alugar apartamentos nas imobiliárias, o que tornaria inviavel conseguir no prazo em que haviam estipulado.
  • Como chegaram em plenas férias européias, muitas imobiliárias estavam fechadas.
  • Não conseguiram cumprir com uma das exigências da imobiliária, que era comprovar renda na Espanha (sua renda era toda do Brasil).

DIFICULDADES COM PROPRIETÁRIOS (através do site MIL ANÚNCIOS – que é tipo uma OLX no Brasil)

  • Eles ainda não tinham certeza de qual cidade ficar e os contratos eram de um ano.
  • Não conseguiram encontrar proprietários, pois a maioria estava viajando devido as férias.
  • Os poucos apartamentos que encontravam eram muito mais caros do que eles poderiam pagar.
  • Era necessário dar um depósito de entrada, no qual eles perderam integralmente quando quiseram ir embora.

Erix explica, que foi loucura se programar para encontrar um apartamento em apenas uma semana.

“Hoje nós vemos que é muito difícil achar uma casa em uma semana.”

DICAS SOBRE ALUGUEL DE APARAMENTO

  • Vá legal para o país. Erix conta, que já há um certo preconceito com brasileiros por lá. Se a pessoa ainda for ilegal, será praticamente impossível conseguir alugar algo.
  • Vá com uma reserva de dinheiro. Geralmente, ao alugar, os proprietários pedem que sejam pagos alguns alugueis adiantados (eles conhecem um caso em que a pessoa teve que pagar 12 meses adiantados).
  • Tenha um conhecido na cidade em que pretende morar. Eles sabem que é quase impossível, mas dizem que isso teria feito a diferença para eles.
  • Não pague por um apartamento sem antes vê-lo. Se encontrar um apartamento através do site MIL ANÚNCIOS ainda no Brasil, eles NÃO aconselham pagar sem antes ver o apartamento, pois já ouviram histórias de pessoas que perderam o dinheiro.

“O nosso tempo é diferente do deles. A gente quer resolver as coisas para ontem e aqui não funciona assim.”

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

POR QUE OPTARAM POR VALÊNCIA?

Eles não estavam satisfeitos com Málaga.

Gorette explica, que eles não estavam conseguindo enxergar suas vidas por lá no longo prazo.

“Não vai dar para a gente ficar aqui” – Gorette

Ainda no Brasil, eles já tinham pesquisado quais seriam as melhores cidades para morar na Espanha. Chegaram a conclusão de que era Málaga e Valência.

Como não tinha dado certo em Málaga, decidiram tentar Valência.

Porém, como a grana estava apertada e a mudança era grande, lá foi a Gorette sozinha ver se Valência seria uma opção melhor para toda família.

Chegando por lá, ela já se identificou com a cidade. Mas tinham alguns desafios:

  • Encontrar uma casa para alugar.
  • Encontrar uma escola que aceitasse matricular as crianças.
  • Se cadastrar como residente (chamado de “empadronamento” na Espanha).

Como o santo desse casal é forte, em 3 dias Gorette conseguiu fazer tudo!

“Hoje a gente tem que levantar as mãos para o céu, porque é difícil conseguir isso” – Erix

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

SERVIÇOS EM VALÊNCIA

Em todos os serviços, Gorette e Erix explicam que é preciso estar com a conta no banco aberta, pois tudo é feito através do débito automático.

“Na hora de contratar qualquer serviço, eles já pedem o número da conta.” – Erix

ABRIR CONTA NO BANCO

Erix conta que, ouviu dizer que hoje o processo é mais simples. Com o passaporte já é possível abrir uma conta no banco.

Porém, no caso deles, em quase todos os bancos que foram, falaram que teria que ter o “nomina (que seria um salário, uma comprovação de renda na Espanha).

Depois de procurar em diversos bancos, acabaram abrindo a conta no CAJAMAR, pois eles aceitaram sua comprovação de renda do Brasil.

“Para a gente não foi tão fácil abrir a conta como estamos vendo algumas pessoas conseguindo agora.” – Erix

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

ALUGUEL APARTAMENTO

Erix e Gorette explicam que, para alugar um apartamento é importante fazer o “empadronamento na cidade e estar com a documentação legal.

  • Aluguel – Gasto mensal de aprox. EUR € 500 (valor baseado no aluguel de um apartamento na localidade em que Gorette e Erix moram)

LUZ E GÁS

Gorette e Erix explicam que, para esses serviços é preciso apenas ligar para as prestadoras e passar o número da conta bancária na Espanha.

  • Luz – Gasto mensal de aprox. EUR € 75
  • Gás – Gasto mensal de aprox. EUR € 55

INTERNET E TELEFONE

Esses serviços ainda não tinham na casa. Eles fizeram algumas pesquisas e decidiram fechar com uma empresa que atendia melhor as suas necessidades.

Gorette explica, que a instalação é rápida. Basta ligar que logo eles vão na casa para colocar os aparelhos.

  • Pacote de Televisão, Internet e Celular – Gasto mensal de aprox. EUR € 54

SISTEMA DE SAÚDE

Erix e Gorette explicam que, diferente do que as pessoas pensam, o sistema de saúde utilizado por eles é o particular.

Eles tentaram utilizar o posto de saúde pública, mas foram informados que devido ao tipo de visto ter como obrigatoriedade um plano de saúde, eles não tem necessidade de utilizar o serviço do estado.

Porém, no próprio posto, foram avisados que depois de um ano poderiam requerer a esse benefício.

Erix conta que, se for uma emergência, ouviu falar que é possível usar o hospital público. Mas, graças a deus ninguém de sua família precisou utilizar.

Gorette conta, que já fez uso do plano de saúde em um hospital particular e todo o atendimento foi impecável.

ESCOLA EM VALÊNCIA

Durante a entrevista, me espantou o valor da escola ser tão barato.

Gorette e Erix informaram que pagam apenas EUR € 20 mensais por cada filho.

Apesar do valor ser barato, eles falam para quem pretende morar por lá, para se preparar para o custo inicial.

  • EUR € 250 da matricula do filho mais novo, incluindo todo material a ser utilizado.
  • EUR € 160 da matricula do filho mais velho. Neste caso, o material não está incluso e são mais ou menos 20 livros, segundo Gorette.

É preciso também, comprar todos os tipos de uniformes e acessórios abaixo para cada filho:

  • uniforme social para o verão
  • uniforme social para o inverno
  • uniforme para educação física no verão
  • uniforme para educação física no inverno
  • sapato preto
  • meia combinando com uniforme
  • um “babeiro”, que é tipo um avental

“Gasta muito quando inicia por aqui.” – Gorette

Além da despesa inicial, Erix explica que a alimentação das crianças é por conta dos pais e, para isso, a escola dá três opções:

  • Comer na escola (comedor) – Os pais tem que pagar mais ou menos EUR €8 por dia para cada filho.
  • Comer em casa – Buscar as crianças na escola para dar almoço e depois levar de volta.
  • Comer na escola pagando mais barato através de um incentivo do governo (beca) – Um desconto dado pelo governo para famílias com renda inferior a EUR €4.000. O valor da refeição pode chegar a apenas EUR €2 por dia ou até menos.

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

DICAS PARA QUEM QUER COMEÇAR AGORA ESSE SONHO

Abaixo, Erix e Gorette deram algumas dicas para quem está pensando em ir morar na Espanha:

  • Pesquisar bastante antes de ir;
  • Se programar financeiramente, pois ir com o dinheiro contato é muito arriscado;
  • Não vá ilegal;
  • Se não souber, pratique outros idiomas, pois para arrumar emprego de garçom por lá estão pedindo para ter o inglês.
  • Não vá com a ilusão de que você ficará rico.

 

BEST SPOTS EM VALÊNCIA

Para finalizar, deram dicas do que gostam de fazer pela região.

  • Caminhar pelo rio Túria – rio que foi desviado da cidade e atravessa o município inteiro.
  • Praça das Virgens – é um excelente lugar para ficar em paz curtindo uma boa música.
  • Praças e Igrejas da cidade em geral.

Morar na Espanha: Processo, Gastos e Dificuldades

E ai pessoal, gostaram da entrevista? Então fica de olho no Bora Morar Fora porque vem muito mais novidade por ai!

Vai lá e curti a página do Bora Morar Fora no Facebook e se inscrever no Canal do Youtube para ser avisado assim que sairem novas entrevistas. =)

E não se esqueça! Eu ainda ofereço um e-book GRATUITO sobre “Os 7 maiores mitos que te impedem de ir morar fora“, clique aqui para baixar o seu.

Tags:        

«
»

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *